Provavelmente estava no destino de Zingg que ele saísse das praias do Rio e gravitasse para o caos urbano de "Sampa", São Paulo. Afinal, como observou o seu velho mestre de brasilianidade, Tom Jobim, "São Paulo é a Nova Iorque do Brasil."